Na tarde desta quarta-feira (4), a equipe sub-18 do Chelsea foi ao Craven Cottage enfrentar o Fulham na ultimate da U18 Premier League Cup. Em ótimo jogo dos comandados de Ed Model, os Blues mantiveram o controle da partida quase que por completo e venceram pelo placar de 2-1 para conquistar o título da copa.

Dessa forma, é a segunda vez que o clube vence a competição. A outra vez em que o Chelsea conquistou a copa foi na temporada 2017/18. Naquela oportunidade, nomes como Conor Gallagher, Tino Anjorin, Reece James e Callum Hudson-Odoi integravam a equipe da categoria.

Equipe treinada por Jody Morris foi campeã da primeira edição da U18 PL Cup (Reprodução: Premier League)

Ofensividade desde o primeiro minuto

Mesmo jogando fora de casa, os Blues buscaram ter o controle da partida. Não apenas trabalhando a posse, mas criando possibilities de gol para garantir tranquilidade. Dessa forma, ainda nos primeiros cinco minutos de jogo, Lewis Corridor fez bela jogada particular person após receber a cobrança de lateral.

O camisa 10 do Chelsea se livrou da marcação e ficou livre para perceber a descida de Leo Castledine pelo centro do campo. Corridor passou a bola para o camisa 11 que driblou o marcador e, de fora da área, acertou um belo chute colocado na direita da meta do Fulham.

(Reprodução: Chelsea FC)

Assim, os Cottagers foram obrigados a sair mais para jogo, se utilizando muito do atacante Luke Harris – tanto para construir como para finalizar. Porém, a primeira probability de perigo dos donos da casa veio com Olly Sanderson, que finalizou pela direita da pequena área mas acertou a trave.

Empate não mudou o cenário da partida

Sanderson chegou com perigo novamente. No entanto, mais uma vez, não conseguiu se aproveitar cabeceando para fora do gol defendido por Ted Curd. Em resposta, Castledine quase ampliou a vantagem. Mais uma vez, Corridor serviu o camisa 11 que tinha condições de finalizar – e o fez. Porém, o goleiro dos adversários conseguiu a defesa.

Perto dos 30 minutos de partida, os donos da casa conseguiram empatar a decisão. Ainda que Sanderson tenha o atingido diretamente, Curd conseguiu fazer a defesa. No entanto, no rebote, o guarda-redes dos Blues não conseguiu defender o grande chute de Luke Harris. De certa forma, houve a expectativa de que uma falta do ataque do Fulham fosse marcada, o que não aconteceu.

Com isso, a etapa inicial terminou com 1-1 no placar. O jogo ficou mais aberto e ambas as equipes conseguiram chegar com perigo ainda antes do ultimate dos primeiros 45 minutos. Os Blues tiveram uma boa probability em jogada trabalhada entre Jimi Tauriainen e Jude Soonsup-Bell. Enquanto os Cottagers chegaram bem com Imani Lanquerdoc, mas Curd apareceu para impedir grandes perigos.

Peso da decisão

Apesar de boas chegadas por ambas as equipes, até os 15 minutos finais Fulham e Chelsea tiveram uma certa cautela. Afinal, qualquer erro poderia acabar com as possibilities da conquista.

Por isso, o gol de desempate – e da vitória dos Blues – só veio entrando nos 10 minutos finais. Brodi Hughes cabeceou nos pés de Charlie Webster. O camisa 8, então, driblou três jogadores do Fulham ainda no campo de defesa do Chelsea e partiu em velocidade. Já perto da pequena área, percebeu a movimentação de Soonsup-Bell e deu o passe. Por sua vez, o camisa 9 não desperdiçou e com um chute rasteiro fez o segundo dos visitantes.

(Reprodução: Chelsea FC)

Após retomar a liderança do placar, os Blues tiveram que se aproveitar do controle que tinham da partida para evitar chegadas dos adversários. Mais ainda, a defesa foi bem em afastar a bola – mesmo que não fossem situações de perigo tão imediatas.

Após três minutos de acréscimos, o juiz apitou e consagrou o título ao lado azul do oeste de Londres. Além do título, Malik Mothersille terminou como o artilheiro da competição.

Ficha técnica

Fulham 1 – 2 Chelsea
04/05/2022 | Closing da Copa da Liga Sub-18
Craven Cottage – Início: 15h (horário de Brasília)

Árbitro: Richard Ablitt

Chelsea (4-2-3-1): Ted Curd; Brodi Hughes, Luke Badley-Morgan, Alfie Gilchrist (c), Dylan Williams; Jimi Tauriainen, Charlie Webster; Harvey Vale, Lewis Corridor (Silko Thomas 84′), Leo Castledine (Louis Flower 90+3′); Jude Soonsup-Bell.
Gols: Leo Castledine 4′; Jude Soonsup-Bell 80.
Cartão: Harvey Vale 90+4′.

Fulham (4-3-3):Mikey Allen; Devan Tanton, Stefan Parkes (c), Harvey Araujo, Charlie Robinson, Goerge Okkas (Lemar Gordon 89′), Delano McCoy-Splatt, Imani Lanquerdoc, Olly Sanderson, Luke Harris, Matt Dilbley-Dias (Terrell Works 76′).
Gol: Luke Harris 31′.
Cartão: Charlie Robinson 45+1′.

 



Londonlad
Author: Londonlad

Leave a Reply